O Documentário propõe discutir a violência de gênero em vários prismas: social, cultural, físico, emocional, psicológico. O filme foi feito a partir de relatos de mulheres vítimas de violência, de entrevistas com a ONG Themis - ONG Porto Alegrense que atua na defesa e empoderamento feminino - e com o Centro de Referência de Mulheres Vítimas de Violência Patrícia Esber - Centro que atua no Município de Canoas na proteção e acolhimento de mulheres. Sendo de extrema importância a visão profissional sobre o assunto. Analisando, assim, de forma científica o tema proposto. *Como uma revisão histórica do documentário, aviso que a arte feita para o filme não comporta mais o meu entendimento do que é ser mulher. Útero não diz respeito ao ser feminino. Peço desculpas a todas as mulheres e homens trans. Na época, ainda não tinha conhecimento sobre isso. Aconselho, ainda assim, que apreciem o documentário, porque, apesar de algumas ressalvas, ainda é muito atual - o que é triste. Direção, roteiro e edição: Júlia Ozorio de Abreu Contato: LinkedIn: https://www.linkedin.com/in/j%C3%BAli...​ Facebook: https://www.facebook.com/juliaozorio1​ Instagram: https://www.instagram.com/wyehaob/​ Vimeo: https://vimeo.com/user57998902​ Áudio e vídeo: João Henrique Mattos e Éverton Ferreira Agradecimentos: Orientação: Profª. Dra. Gabriela Almeida Parceiros: ONG Themis Contato: http://themis.org.br/​ CRM Patrícia Esber Contato: https://crmpatriciaesber.wordpress.com/​ Ilustração: Micael Gomes Contato: Micax2012@gmail.com Instagram: @calliope_art_design Participantes: Júlia Ozorio de Abreu Adriana Sabadi Luz Maria Guaneci de Ávila Renata Jardim
COMENTÁRIOS